MISTIC SEAS 2

O projeto MISTIC SEAS 2 "Implementação de uma abordagem sub-regional coerente e coordenada para a monitorização e avaliação da biodiversidade marinha na Macaronésia para o segundo ciclo da Diretiva-Quadro Estratégia Marinha DQEM" é a continuação do projeto MISTIC SEAS. 

A reunião oficial de arranque do projeto decorreu em Lisboa, no Ministério do Mar, em março de 2017.

O projeto MISTIC SEAS desenvolveu uma metodologia para a avaliação do descritor de biodiversidade na sub-região da Macaronésia, com enfoco nas populações de três grupos funcionais de espécies compartilhadas entre os arquipélagos desta sub-região (Açores, Madeira e Canárias).

O MISTIC SEAS 2, que faz parte do segundo ciclo da Diretiva-Quadro Estratégia Marinha, visa implementar programas conjuntos entre Portugal e Espanha para monitorizar o bom estado ambiental de espécies marinhas de mamíferos, tartarugas e aves na sub-região de a Macaronésia.

O projeto, que decorre desde março de 2017 até março de 2019, tem um orçamento total de 1,3 milhões de euros e um co-financiamento de 80% da Comissão Européia. É coordenado pelo Fundo Regional de Ciência e Tecnologia (Governo Regional dos Açores, Portugal) e tem como parceiros a Direcção Regional de Assuntos do Mar (Governo Regional dos Açores, Portugal); Secretaria Regional do Ambiente e Recursos Naturais (Governo Regional da Madeira, Portugal); Direcção-Geral dos Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (Ministério do Mar, Governo de Portugal; a Direcção-Geral da Sustentabilidade da Costa e do Mar, e a Fundação Biodiversidade (Ministério da Agricultura e Pescas, Alimentação e Ambiente, Governo da Espanha); Direção Geral de Proteção do Meio Ambiente Natural (Governo das Canárias, Espanha); Agência Regional para o Desenvolvimento da Investigação e da Tecnologia e Inovação (Madeira, Portugal); e o Instituto Espanhol de Oceanografia (Espanha).